Boletim Informativo da ECT - EMPRESA DE CORREIOS E TELÉGRAFOS - 16/07/2012  

     

AGENTE DE COMUNICAÇÃO - CARTEIRO DE COXIM ESCREVE LIVRO SOBRE EDUCAÇÃO

 

Foto:Maikon Leal/Coxim Agora
Foto:Maikon Leal/Coxim Agora

O carteiro Cleso Firmino, lotado em Coxim, apresenta a sua mais nova obra literária “Professor, nem sei se por amor”

 

O livro, que tem como personagens principais Horácio e Janaína, leva os leitores a refletir sobre as dificuldades existentes na educação brasileira. Embora seja uma obra de ficção, nas linhas escritas por Cleso é possível encontrar muitas semelhanças com a realidade.

 

O autor

 

O carteiro-escritor é natural de Camapuã, mas reside há 18 anos em Coxim. Ele é formado em Letras pela UFMS e escreve desde os 13 anos. Segundo Cleso, o interesse pela literatura foi despertado desde cedo por sua mãe. “O gosto de escrever e ler surgiu por causa da minha mãe que sempre me contava muitas histórias. Quando eu tinha 13 anos, ela faleceu e eu encontrei nos livros e na escrita uma maneira de fugir da solidão. Com isso, acabei criando minhas próprias histórias”.

 

Seu primeiro livro “Noiva do Pantanal” foi publicado quando ele tinha 17 anos. Entre os anos de 1994 e 1999, durante o serviço militar, escreveu o livro “Poesia na Caserna”, publicado pelo Clube de Autores com o título “Colcha de Retalhos”. Como conto avulso, publicou “Planeta das Mulheres” que apresenta ao leitor uma reflexão sobre a violência doméstica. Em “O Reencontro e outras escritas”, Cleso apresenta uma coletânea de textos para todos os gostos. São 12 contos que convidam o leitor a fazer uma viagem pelo mundo da leitura. Além de poeta e escritor, ele também é compositor evangélico e já contribuiu para diversos álbuns de artistas regionais.

 

Saiba mais sobre Cleso e sua obra por meio do site: http://clesofirmino.jimdo.com/

 

 

Agente de Comunicação Sérgio Vladimir Rodrigues – gerente da Reven-01