Essa belíssica composição pertence a  um dos maiores compositores violonístico da América do Sul no século XX. Procuro interpretá-la o mais próximo do original seguindo os traços do mestre, para que o ouvinte possa sentir a levesa e expressividade da canção. 

Música: EL NEGRITO

Autor: Antonio Lauro

Violao Clássico: Cleso Firmino

Interpretar Chopin, ao violão, é desafiar o desconhecido. Pois este músico é conhecido como um dos maiores compositores para piano (e não violão) e um dos pianistas mais importantes da história. Por isso quando um violonista deseja inclui-lo em seu repertório, é necessário se desdobrar em improvisos para tirar suas melodias. 

Sua técnica refinada e sua elaboração harmônica vêm sendo comparadas historicamente com as de outros gênios da música, como Mozart e Beethoven, assim como sua duradoura influência na música até os dias de hoje. 

Música: NOTURNO, Opus 9 nº 2 (improviso)

Autor: Frédéric Chopin

Violão Clássico: Cleso Firmino

Continuando com Chopin, Opus 10 nº 3, Tristesse, um estudo maravilhoso! belíssimo arranjo do violonísta e compositor brasileiro Dilermando Reis. Uma peça que dispensa apresentação, tirá-la de ouvido, somente para o mestre Dilermando.

Música: TRISTESSE, Opus 10 nº 3 

Autor: Frédéric Chopin

Violão Clássico: Cleso Firmino

 

Não há o que dizer quando se trata de Américo Jacomino. Esse foi e continua sendo o maior compositor erudito do violão brasileiro. Embora nesse vídeo eu esteja seguindo o estilo Banden Powell, a música de "Canhoto" como era conhecido, expressa uma nostalgia que nos faz meditar profundamente ao ouvi-la.

Música: ABISMO DE ROSAS

Autor: Américo Jacomino (Canhoto)

Violão Erudito: Cleso Firmino